Dom Fernando Saburido visita Hospital de Custódia em Itamaracá

Posted on 23/10/2013

0



SAM_8392-300x225O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, fez visita ao Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), na Ilha de Itamaracá, Litoral Norte do Estado. O religioso foi até o local no dia 26 de setembro para participar de um Ato Litúrgico por conta do Ano da Fé (2012 / 2013). Além do arcebispo participou do evento membros das pastorais Carcerária e da Saúde.

Dom Fernando foi recebido pela direção do hospital e presidiu o momento de oração no auditório com a presença de vários detentos. Houve ainda visita aos pavilhões e às celas onde foram verificados problemas como superlotação, presos dormindo no chão e acometidos por doenças como Tuberculose. Além de pessoas que já cumpriram a pena e estão presos e outros cuja o caso foi levado a julgamento.

Outra queixa feita pelos internos e pela Pastoral Carcerária é quanto ao atendimento médico. Mesmo o local sendo um hospital psiquiátrico não há clínica médica. A falta de higiene nos pavilhões contribui para o contágio por doenças e sua propagação entre os presos.

A Pastoral da Saúde verificou a existência de um preso muito debilitado em uma das celas e com necessidade urgente de encaminhamento para cuidados médicos em uma unidade de saúde para receber tratamento adequado. A direção da unidade afirmou que os detentos que são encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), os detentos são mandados de volta para a unidade prisional.

SAM_8403-300x225O arcebispo questionou a forma desumana como a população carcerária é tratada e ainda constatou que alguns pacientes precisam ser submetidos à cirurgia e outros que não recebem a visita de familiares.

O nosso arcebispo dom Fernando Saburido conversou e também questionou muitas vezes a forma desumana como é tratada a população carcerária e vários são os detentos necessitando de cirurgia. Foram anotados vários nomes de muitos internos que não recebiam visita dos seus familiares. Os agentes da Pastoral Carcerária farão trabalho de conscientização junto aos familiares para que mantenham contato com os pacientes.

As pastorais Carcerária e da Saúde realizarão atividades em parceria para defender a saúde dos que são mantidos pelo Sistema Prisional do Estado. Haverá ainda um trabalho de sensibilização juntos às paróquias vizinhas às unidades prisionais para a realização de um projeto em conjunto.

Fonte e fotos: Carlos Freitas – Pastoral da Saúde

 

Anúncios